Select Page

Curta dirigido por araraquarense é premiado na França



Filme brasileiro dirigido por Daniel Hanai ganha prêmio em Nice – França no “Côte d’Azur Sport Film Festival”

Na terceira edição do “Côte d’Azur Sport Film Festival”, que foi realizado de 28 a 31 de maio de 2018, o curta “A Valsa do Pódio”, produzido por um araraquarense, recebeu o prêmio de melhor Filme Olímpico na cidade de Nice – França.
“A Valsa do Pódio” é um curta-metragem de 2013 produzido graças ao edital de fomento da segunda edição do projeto Memória do Esporte Olímpico Brasileiro, uma realização do Instituto de Políticas Relacionais em parceria com a Petrobras e o canal ESPN Brasil e que foi exibido em outubro do mesmo ano no canal ESPN. O documentário de 26 minutos foi dirigido por Bruno Carneiro e Daniel Hanai, este que também assina o argumento e o roteiro. A produção executiva foi realizada pela Superfilmes sediada em São Paulo e as filmagens foram feitas em Maringá – PR e Betim – MG.
O filme conta a história da parceria entre a atleta brasileira paralímpica Terezinha Guilhermina e seu guia Guilherme Santana na ocasião dos Jogos Paralímpicos de Londres em 2012, quando confirmou sua posição de corredora com deficiência visual mais rápida do mundo, conquistando, ao lado de Guilherme, duas medalhas de ouro nas provas de 100 m e 200 m rasos para cegos (T11). O documentário apresenta a história dessa grande atleta: suas conquistas, sua relação com o guia, o sonho olímpico e a felicidade de ganhar a medalha, a superação de mais um recorde mundial. O curta usa de maneira poética, elementos gráficos de animação em aquarela para sugerir como seria a visão da atleta cega em determinados momentos do filme.
Nesta edição do festival de Nice, foram selecionados 308 filmes em competição divididos em seis categorias (Clipe esportivo, Longa-metragem de ficção, Esporte e Sociedade, Documentário Esportivo, Jogos Olímpicos e Prêmio Especial do júri). A seleção desses filmes se deu em duas etapas: de início, foram chamados estudantes da Escola de Jornalismo de Nice para fazerem a pré-seleção; em seguida, um júri presidido pelo crítico de cinema Gérard Camy, presidente da associação Cannes Cinema votou para eleger os vencedores. A Valsa do Pódio foi então escolhida na categoria Jogos Olímpicos e a premiação foi realizada na noite do dia 31 de agosto no Museu Nacional do Esporte em Nice, porém nenhum dos diretores puderam estar presentes na cerimônia.
Daniel Hanai, um dos diretores, nasceu e atualmente mora em Araraquara. Formado em Engenharia, logo mudou para a área de Comunicação. “A Valsa do Pódio” é resultado do seu trabalho dedicado à criação e à direção na área audiovisual, carreira a qual tenta concatenar com o seu trabalho de produção cultural no SESC SP, onde é funcionário há mais de 16 anos.

Serviço:
A Valsa do Pódio
(Documentário. Brasil, 2013. 26 minutos)
Direção e roteiro: Bruno Carneiro e Daniel Hanai
Argumento: Daniel Hanai
Produção Executiva: Zita Carvalhosa

Links para assistir ao filme:
https://www.youtube.com/watch?v=0_DOIfbrmp8&t=1158s
https://vimeo.com/92857047

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos