Select Page

Conheça São Roque, capital do vinho e da alcachofra

A construção em estilo colonial da Chácara Santo Antonio foi erguida pelo bandeirante Fernão Paes de Barros em 1681Já pensou em fazer um roteiro gastronômico? Não é preciso ir longe para apreciar bons vinhos e uma boa comida. A apenas 60 km de São Paulo, a Estância Turística de São Roque encanta os turistas, não só por conta de sua culinária, mas também pela sua forte história, arte, ecologia e cultura.

O Museu de Artes Darcy Penteado, por exemplo, foi o primeiro da cidade dedicado a arte da região. O nome do espaço é uma homenagem ao artista plástico Darcy Penteado. Ele também era conhecido na Europa por suas obras que retratavam personalidades do mundo artístico. Ao todo, foram mais de mil retratos de mulheres da alta sociedade. Além de um vasto acervo de obras e documentos do artista, guardados há quase 20 anos, o museu conta com obras de outras artistas plásticos locais.

Outro lugar importante para a cidade é o Centro Cultural Brasiltal. Em 1919, funcionava como uma indústria têxtil e estimulou muito a economia da cidade, empregando 80% da mão-de-obra disponível do município. Hoje, os mesmo galpões, antes usados para tear, viraram um centro cultural com biblioteca, oficinas culturais e profissionalizantes e sala de música. Além desse importante espaço, o Centro Cultural possui 300 mil metros quadrados de mata utilizada para trilha ecológica. A Estação Ferroviária Sorocabana também faz parte da história da cidade. A estrada de ferro, que começou a ser construída em 1874, iniciou uma fase de desenvolvimento para a região. No final dos anos 90 o prédio foi reformado e hoje abriga uma escola e a sede da guarda municipal. Uma ótima forma de finalizar o roteiro cultural em São Roque.

Para os mais religiosos, a Igreja Matriz é parada obrigatória. Mesmo sem um estilo sacro definido, o templo, além de ser um dos mais belos do estado de São Paulo, é o maior do Brasil, dedicado a São Roque. As paredes e vitrais do templo retratam a vida e a morte do padroeiro São Roque. Já o teto da igreja possui imagens como os símbolos de fé, esperança e caridade. Todas as imagens da igreja são importadas e valiosas. Outro destino é a Igreja de São Benedito. Ela foi construída por escravos, em 1855, e possui um estilo rústico. Reformada recentemente, ela é palco de diversos eventos religiosos, artísticos e culturais. O Morro do Cruzeiro também é bastante procurado por turistas e peregrinos. Ele nada mais é do que uma elevação rochosa que possui em seu cume uma cruz e a imagem de São Roque, padroeiro da cidade. Agora quem preferir um roteiro gastronômico, consegue se esbaldar em São Roque. No roteiro do Vinho, Gastronomia e Lazer, por exemplo, os visitantes degustam vinhos, visitam sítios, ranchos, pesqueiros, plantações de uvas e alcachofras, adegas e saboreiam produtos típicos da região. A história do vinho em São Roque é antiga, começou no século XVII quando Pedro Vaz de Barros, fundador da cidade, plantou o primeiro vinhedo no local.

Além de todos as atrações, o turista ainda conta com um atendimento personalizado. A cidade possui três postos de informações turísticas com monitores treinados para esclarecer dúvidas e entregar folders com os atrativos da cidade. O acesso para São Roque, saindo de São Paulo, pode ser feito pela Rodovia Castello Branco ou pela Raposo Tavares.

Advertisement

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos