Selecione a página

Chikungunya preocupa população

Araraquara está abandonada. Neste ano já foram registrados 33 casos de dengue e um de chikungunya

Chikungunya preocupa população

Foi confirmado o primeiro caso de chikungunya neste ano em Araraquara. O jornal O Imparcial vem denunciando o mato alto espalhado por toda a cidade o que propicia a proliferação de mosquitos. Como não houve um trabalho preventivo em relação à limpeza de terrenos, praças, calçadas e áreas de lazer, agora a Prefeitura tem que correr atrás do prejuízo com ações de bloqueio como a realizada no Jardim Marivan, onde foi registrado o primeiro caso de pessoa infectada pela chikungunya neste ano na cidade.

Nota da prefeitura
A Secretaria Municipal de Saúde através de sua assessoria de imprensa informa que foi notificada da confirmação do caso de chikungunya no final da última semana em Araraquara. Diante da notificação, a Gerência de Controle de Vetores iniciou, imediatamente, os trabalhos na região do Marivan.

Foi realizado no sábado (31) a nebulização com aplicação de inseticida em um raio ao redor da casa onde o caso foi confirmado e bloqueio com aplicação de larvicida nos possíveis criadouros. Além disso, os agentes de Controle de Vetores estão intensificando os trabalhos de rotina casa a casa na região, realizando vistoria nos imóveis e orientando os moradores.

 Neste ano, a cidade está com 33 casos confirmados de dengue e nenhum caso de zika.

Vale lembrar que no ano passado, um caso importado de chikungunya foi registrado na cidade e em 2016 foram cinco casos, dois autóctones e três importados.

Chikungunya requer um diagnóstico médico

Os sintomas geralmente aparecem depois de uma semana de infecção. Febre e dor nas articulações surgem subitamente. Dor muscular, dor de cabeça, fadiga e erupção também podem ocorrer.

As pessoas podem ter:

Dores locais: atrás dos olhos, nas articulações, no abdômen ou nos músculos

Tipos de dor: forte nas articulações

No corpo: febre, calafrios, fadiga, febre alta, febre leve ou suor

No aparelho gastrointestinal: náusea ou vômito

Também é comum: dor articular persistente, dor de cabeça, inchaço dos gânglios ou irritação na pele

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade