Selecione a página

Vitória do povo brasileiro

Vitória do povo brasileiro

José Augusto Chrispim
A vitória nas urnas da presidente Dilma Roussef (PT) nesse domingo (26), representou muito mais que apenas uma disputa eleitoral. O pleito vitorioso representou a vitória do povo brasileiro sobre os que queriam a todo o custo tomar o poder da forma que fosse necessária, lembrando aquela famosa frase de Maquiavel que diz que: “Os fins justificam os meios”.
A ‘guerra’ sem precedentes travada nessa campanha presidencial mostrou duas coisas. Uma delas que nesse tipo de batalha, não se medem esforços e nem armas para tentar derrotar o ‘inimigo’. A outra é que grande parte do eleitorado brasileiro não aceita mais ser apenas ‘massa de manobra’.
Um outro ponto positivo, foi que a maioria do povo brasileiro conseguiu enxergar que as promessas do candidato derrotado estavam muito além do que ele e seu partido, de fato, teriam capacidade de colocar em prática e preferiu não ‘trocar o certo pelo duvidoso’.
Por mais difícil que a situação econômica do Brasil esteja, ainda assim, o país é a sétima economia do mundo e, como todas as outras grandes economias mundiais, passa por dificuldades geradas pela crise econômica que teve início nos Estados Unidos e se espalhou pelo mundo.
O problema é que a maioria das pessoas enxerga apenas a situação de forma local e se esquece que vivemos em um mundo globalizado, onde a queda da bolsa de valores de Tóquio, no Japão, faz cair as vendas de grãos aqui na região central do Brasil, por exemplo. Utilizando-se dessa falta de informação ou mesmo do desinteresse das pessoas pelos fatos que movimentam a economia, políticos mal intencionados, colocam em prática suas técnicas que muitas vezes beiram o ‘terrorismo’, para convencer esses eleitores que eles têm uma forma mágica para resolver problemas de alta complexidade e que demandam tempo e vontade política de todos os partidos para serem equacionados.
Uma campanha onde uma revista conceituada aceita fazer o ‘trabalho sujo’ para promover uma verdadeira ‘caça as bruxas’, de forma totalmente parcial, como se fosse a luta do bem contra o mal, não pode ser usada como exemplo para outras que virão.
Mais uma vez o povo brasileiro mostrou que se cansou de se curvar aos poderosos e escolheu quem melhor o representou até agora.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade