Selecione a página

Trabalho

O computador já ceifou millõeses de empregos na linha de produção das fábricas. Agora chegou o momento do homem dar um novo enfoque ao trabalho. Imagino que já chegou a hora de pensar numa profunda mudança no mercado de trabalho.O homem tem sido ao longo da história o burro de carga da economia. Precisamos inverter […]

Geraldo Gomes Gattolini

O computador já ceifou millõeses de empregos na linha de produção das fábricas. Agora chegou o momento do homem dar um novo enfoque ao trabalho. Imagino que já chegou a hora de pensar numa profunda mudança no mercado de trabalho.
O homem tem sido ao longo da história o burro de carga da economia. Precisamos inverter as posições. É a economia que deve proporcionar ao homem os meios para uma vida mais tranquila.
É verdade que avançamos em muitos campos. Cada vez há mais pessoas trabalhando em casa. Mas ainda há muita gente sofrendo nas conduções para irem e voltarem do trabalho. Outros tantos fazem trabalhos penosos.Acredito que se houvesse uma nova repartição no mercado de trabalho, poderíamos ganhar muito. Por exemplo, escalonar o trabalho com jornada de 30 horas semanais, escalonando os dias. Um grupo de milhares de pessoas ficaria em casa às segundas, terça e quartas, trabalhando dez horas; outro grupo às quintas, sextas e sábados. O domingo seria livre. Haveria mais horas de lazer e também mais tempo para reflexões, estudos e dedicação à família e à sociedade. De outra parte, haveria um grande alívio no trânsito.
Existem algumas atividades que merecem atenção. O cartão de crédito ou de débito aliviou fortemente o trabalho dos fiscais, já que as transações passaram a ser feitas em sua quase total maioria com o cartão. Passou o cartão, as Secretarias da Fazenda já sabem que o dinheiro caiu nos seus cofres. A fiscalização de rua caiu em 95%. Os fiscais só saem para fiscalizar quanto há denúncias ou indícios de sonegação.
Sem que o governo faça qualquer esforço neste sentido, o trabalho está mudando. O desemprego seria minorado se a sociedade estivesse melhor organizada e se os sindicatos efetivamente trabalhassem em benefício de suas categorias.
Creio estar nascendo uma sociedade diferente. Precisamos nos preparar para o seu advento .

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade