Selecione a página

Que a infância não se perca

Por Darcy Dantas

Várias são as fases de nossa vida, mas com certeza é a infância a mais significativa.

Na idade adulta as lembranças da infância serão determinantes para prosseguirmos nossa jornada. Lembranças do cheiro da chuva, das nossas brincadeiras de roda, de sumir nos pés de amora e sair de lá com a boca toda vermelha quando mamãe chamava para o almoço.

Lembranças das brincadeiras que nos enchiam de alegria quando ganhávamos no jogo da amarelinha.

Eram valores que íamos agregando sem ao menos perceber o quanto tudo aquilo na idade adulta seria útil para nossa formação.

Eram elementos simples que nos ajudariam a trilhar o passo a passo de nossa vida futura.

Era a idade do encantamento, a idade de ser criança de “trança”.

Os anos correram . O século XXI …a modernidade, foi tirando aos poucos a alegria de ser criança.

Hoje as crianças desistem de seus pais, amigos, pelo amor a tecnologia, ao  hodierno dos dias atuais.

O que serão quando adultos? Hoje  se sentam a mesa de um restaurante com seu tablete do lado, como sinal de “poder”, tendo seus pais, não todos, orgulhosos da sabedoria de seu filho.

Sim ,que acompanhem a tecnologia, sem deixar que possa interferir em sua vida de criança. Serão pessoas onde o senso de humanismo vai refletir em um simples e “charmoso” celular. Não haverá mais tempo para seu irmão, para  seu animalzinho de estimação.

Aquele que não possui recursos para adquirir  , será um adulto frustrado, talvez um elemento à  deriva, buscando dar vazão a sua infância sem tabletes e afins, matando, roubando.

Não desejo dizer com isso que os avanços da tecnologia não sejam necessários. Minha referência a faço para com as crianças.

Podem ter seus aparelhos desde que moldados de acordo com sua idade e seus afazeres.

Infelizmente perder seu celular é pior que perder seus valores. Isso  falo de forma abrangente.

As meninas fantasiadas de moças, onde o encanto de concursos , com bocas carregadas de batom, unhas pintadas, olhos onde não se pode enxergar a  graça, e o brilho que toda criança carrega em seu olhar.

Serão mulheres , (a maioria) fúteis, sem se preocuparem que o mais importante na vida é amar e viver a vida a seu tempo.

Século XXI onde as pessoas se esquecem de cuidar do bem maior, o espírito, para cultuar seus corpos.

Não sou contra a modernidade e tudo que a acompanha, sim sou contra os males que poderão se avolumar caso não tenhamos parcimônia , colocando cada coisa em seu devido tempo e lugar.

Que cada um viva como acha que deve. O futuro nos dará as respostas.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade