Selecione a página

O sistema S

O sistema S é um dos símbolos sagrados no Brasil. Aparece nos serviços prestados pelo Senai, Sesi, Senac, Sesc, Senar, Sebrae e outros S. Mas ele é mais conhecido na igreja católica do que em qualquer outra instituição. Na Bahia é conhecido por Ogum e Oxossi; São Joaquim, pai da virgem Maria, é padroeiro dos […]

Geraldo Gomes Gattolini

O sistema S é um dos símbolos sagrados no Brasil. Aparece nos serviços prestados pelo Senai, Sesi, Senac, Sesc, Senar, Sebrae e outros S. Mas ele é mais conhecido na igreja católica do que em qualquer outra instituição.

Ele começa na denominação inicial de todos os santos. Vamos começar por São Sebastião que tem dois S. Ele é invocado nas epidemias e protetor contra as pestes; Santa Rita é a santa das causas impossíveis; São Marcos é chamado para acalmar os maridos;Santa Luzia para curar os olhos; São Jorge significa em grego agricultor.

Na Bahia é conhecido por Ogum e Oxossi; São Joaquim, pai da virgem Maria, é padroeiro dos homens casados. São Jerônimo sincretizado também como Xangô.

Protetor contra raios e tempestades; Santo Expedido é invocado para causas urgentes, como, por exemplo, protetor contra o demônio; Santa Edwigens é protetora dos endividados; São Cristóvão cobre de bênçãos os motoristas fiéis; São Brás é invocado contra os engasgos; São Balthazar, símbolo da raça negra, significa na língua assíria Deus o proteja; Santo Antonio, professor e filósofo, é conhecido no Brasil como o santo casamenteiro; Sata Ana, mãe da virgem Maria, considerada protetora das grávidas.

Temos outros inúmeros santos. Afirma-se que no início a igreja católica só admitia Jesus como salvador e Deus como criador do universo. Do hinduismo foram transportados para Roma os símbolos dos altares e o culto dos antepassados. Algumas liturgias vieram também do romanismo. Assim a igreja se transformou. São Pedro e São Paulo só pregavam a palavra direta do Cristo. Nas catacumbas de Roma, antes da oficialização do cristianismo como religião oficial do estado romano, por volta de 350 depois do nascimento de Jesus, o evangelho era o único meio de ensino praticado.

A prática do evangelho dos hebreus no ocidente veio muito tempo, provavelmente no leito da reforma de Lutero. Hoje existem no Brasil igrejas evangélicas que praticamene abandonaram o evangelho de Jesus e concentram seus ensinamentos Em Elias, David, Salomão, Moisés e outros. Todos os santos hebreus são homens. A mulher quase não frequenta a história do judaísmo.

Aliás, a mulher até três séculos atrás não era considerada sagrada. Chegaram até a pregar que elas não tinham alma. As religiões cometeram erros tremendos contra elas.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade