Selecione a página

O maior inimigo

O maior inimigo

Geraldo Gomes Gattolini *
“O maior inimigo do comunismo sempre foi o Partido Comunista”. Esta afirmação foi feita por um velho comunista de quatro costados, que participou ativamente do movimento comunista e sofreu os percalços das perseguições da ditadura militar. Mas ele fez um ressalva: “O PC do B é muito diferente do Partido Comunista Brasileiro, este sim sempre autêntico.
Aí lembrei-me de uma amiga que morou durante muitos anos na União Soviética, casada com um russo, que me disse em 1963. “A União Soviética vai explodir. Imagine você que na União Soviética existe acentuado racismo. O russo branco não se dá com o russo amarelo e nem com o russo negro. Cada etnia guarda ódio da outra. Estudam em escolas separadas e isso acontece até mesmo no nível universitário.” Mais adiante disse-me que o Partido Comunista, que nasceu dentro do espírito puro do iluminismo francês, criou tantas prioridades para os seus membros e se desfigurou. Em Moscou existem os supermercados só para os membros do partido. Foram construídos hotéis em estações climáticas só para eles. Carros e residencias entram no rol dos privilégios dos comunistas, enquanto o resto da população curte o descaso. Os comunistas criaram financiamentos de automóveis exclusivos. Diante desse quadro, só uma explosão política poderá corrigir os rumos.”
Falou sobre a estagnação da produção da agropecuária devido à falta de incentivos ao homem do campo e dos roubos praticados pelos operários nas fábricas, uma praga que ninguém consegue debelar. Os desvios estão por toda parte. O Estado está corroído por dentro. Nesta situação, o comunismo está com os dias contados. Bem que disse Marx. O último país que eu gostaria de ver implantado o socialismo é a União Soviética. Não será fácil debelar os privilégios dos senhores feudais e da casta que se assenhoreou do Estado e criou seus privilégios.
Pensando bem, no Brasil também temos as castas que estão sugando o Estado e os privilegiados que vivem à custa da Nação. O problema parece não estar no sistema de governo, mas no homem que ainda está envolvido pela ambição desmedida e pelo egoísmo.
Guarde distância dos insensatos, pois eles não andam pelo caminho da honradez.
* Geraldo Gomes Gattolini. gattolini@uol.com.br

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade