Select Page

Lula, o Gandhi brasileiro

Artigo _ por José A C Silva

 

Em entrevista ao jornal O Imparcial, Eduardo Suplicy (PT) comparou o Lula com Mahatma Gandhi. O romance não para por aí, o parlamentar quis ser preso junto com o ex-presidente. Na ocasião, a revista Veja disse que nem o Lula merece dividir a cela com o Suplicy.

 Logo logo, o senador vai comparar a Marta Suplicy com a Madre Teresa de Calcutá e o Zé Dirceu com São Francisco de Assis. Se a moda pega vão tornar Gilmar Mendes em anjo de libertação.

Será que Gandhi inventou o mensalão e faliu a Petrobras? Fico imaginando o novo Gandhi brasileiro meditando com um fraldão branco pronunciando mantras de maneira compulsiva, como: ‘morre Moro, morre Moro e morre Palocci’.

A defesa do ex-presidente Lula apresentou, nessa última terça-feira (5), dois pedidos para tentar reverter a prisão do petista. Um foi impetrado no Supremo Tribunal Federal e o segundo no Superior Tribunal de Justiça.

Sob o argumento de que há demora na tramitação dos recursos interpostos ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que condenou Lula, ambos pedem liminar que suspenda os efeitos daquele acórdão.

O ex-presidente Lula está preso desde 7 de abril, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. A Justiça afirma que um tríplex no Guarujá lhe foi dado pela construtora OAS em troca de benefícios em licitações envolvendo a Petrobras. Ele nega.

Nas duas ações, a defesa enfatiza ainda que Lula é pré-candidato à Presidência da República. “Assim, além de ver sua liberdade tolhida indevidamente, corre sério risco de ter, da mesma forma, seus direitos políticos indevidamente cerceados, o que, em vista do processo eleitoral em curso, se mostra gravíssimo e irreversível”, argumenta.

O PCC vem governando o Brasil de dentro da cadeia. De modo semelhante, Lula, o Gandhi brasileiro, governa o PT e alguns partidos de esquerda de dentro da cadeia.

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos