Select Page

Ataques não rendem votos

 

Suze Timpani

Novos candidatos surgem como pipocas com discursos de que a nova política exige mudanças, hábitos diferenciados, visão empreendedora, e que a velha política do toma lá da cá está prestes a morrer.
Até entendo e acredito que assim deva ser afinal, o país não tem mais tempo para maus candidatos.
Mas o que se percebe, ao menos no pequeno círculo Araraquarense, é que esses ditos novos candidatos, têm em si arraigado a essência do ataque como fórmula de se chegar a vitória. A meu ver, esse já nasce morto.
Historicamente a cidade não tem o hábito de votar em candidatos que fazem sua plataforma em cima de ataques a adversários, no que acredito que os eleitores estejam corretíssimos, pois quem perde tempo em denegrir o candidato vizinho, não tem tempo para formular propostas.
Comentei sobre isso com um ex-candidato a vereador da cidade e o que ouvi como resposta me deixou sem ar, “boas propostas até o Zé do bar da esquina tem”, disse o intelectual pós-moderno, e que o que me assustou ainda mais, foi a falta de discernimento dos eleitores desse rapaz, mas enfim “que bom que não foi eleito”. Afinal para de que serve um edil sem propostas, e sem direção? Apenas encostar-se no poder público? Ah… já tem quem faça esse papel por demais.
A nova política exige ética, gestão administrativa, foco na economia, corte de gastos públicos, menos burocracia, impostos, corrupção e regulações opressoras sobre quem empreende. Ficar nas redes sociais atacando, deixa claro que o candidato faz parte do grupo dos antigos desocupados que se debruçavam nas janelas apenas para fofocar da vida alheia, as pessoas ouvem, comentam, mas condenam.
Se você é desse tipo de candidato não perca tempo nem dinheiro tentando se eleger, melhor voltar suas atenções ao seu ramo de trabalho, ou então, vender picolé na praia, porque lá ao menos você poderá pegar uma ‘corzinha’, ganhar um dinheirinho honestamente e não encher os ouvidos dos eleitores com sua falta de bom senso.
Confúcio já dizia: “Não fales mal, pois te julgarão muito pior do que és”.

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos