Selecione a página

Artigo – Quem tem rabo de palha não pula fogueira

Artigo – Quem tem rabo de palha não pula fogueira

José A C Silva

O ministro Sergio Moro não podia vacilar e sangrou pela primeira vez, a Lava Jato levou centenas de pessoas de diferentes partidos para cadeia, lógico, faltando outros que parecem blindados, principalmente os que não são de esquerda. Não quero isentar o ex-presidente Lula de ser complacente com o loteamento da Petrobras com vários partidos políticos e empreiteiras, como das propinas do mensalão, mas, Moro mexeu em cacho de marimbondos – mesmo fragilizado, Lula ainda é o principal líder de esquerda do mundo – sem estar devidamente equipado. Ele largou o seu posto de juiz em Curitiba e foi para Brasília, ocupando um cargo no Governo de Bolsonaro, que tem chiliques quando se fala de esquerda. Nesta somatória de orisa em relação aos socialistas, enxergamos também gente grossa do judiciário metida em corrupção que não tem perfil de esquerda, apoiarem a saída de Luiz Inácio da cadeia para obterem novamente vantagens. Em vários casos, Gilmar Mendes não poderia dar parecer como relator e muito menos como ministro tirar pessoas da cadeia, pois muitos desses casos tiveram ligação familiar e com o escritório de advocacia de sua esposa – recentemente teve problemas com a Receita Federal. Durante a sessão da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF), na última terça-feira, o ministro Gilmar Mendes criticou métodos usados pela Operação Lava Jato. “Juiz não pode ser chefe de força-tarefa”, afirmou o magistrado, sem citar nomes.

Se aproveitando do vazamento, Mendes quer soltar o Lula, e devolveu para a Segunda Turma do STF o pedido de habeas corpus (HC) apresentado, em 2018, pelos advogados de defesa de Lula.

Ainda para complicar o governo de Bolsonaro, um de seus homens de frente, Onyx Dornelles Lorenzon, admitiu ter recebido dinheiro de caixa dois da JBS, e que pediu perdão a Deus. Será que o Lula também pediu perdão?

Não apoio nem a esquerda e muito menos a direita, prefiro andar na contramão diante do que tenho visto: partido e família de Bolsonaro estão sob suspeita e, para piorar, uma pessoa que se diz cristã, apoia o armamento da população.

Vamos tirar da Bíblia o dar a outra face, quem tem que intervir no combate a criminalidade é o Estado. Nesta omissão querer passar o combate da criminalidade para a população, no meu ponto de vista, é algo insano. Um velhinho que mora no campo com a família, com uma espingarda ‘pica-pau’ querer combater bandidos, é pedir para ser morto.

Infelizmente, continua a corrupção em todas as esferas. Estamos no período das festas juninas e tem um dito popular que diz: “Quem tem rabo de palha não pula fogueira”.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade