Selecione a página

Artigo – Carta aberta à Comunidade pela COMPETI

O trabalho infantil consiste em atividade econômica e/ou de sobrevivência realizada por crianças ou adolescentes em idade inferior a 16 anos. Lembramos que o trabalho realizado por adolescentes só é permitido por lei na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos. A COMPETI (Comissão Municipal Permanente do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) vem, […]

O trabalho infantil consiste em atividade econômica e/ou de sobrevivência realizada por crianças ou adolescentes em idade inferior a 16 anos. Lembramos que o trabalho realizado por adolescentes só é permitido por lei na condição de aprendiz, a partir dos 14 anos.

A COMPETI (Comissão Municipal Permanente do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) vem, por meio dessa nota aos cidadãos de Araraquara, manifestar sua enorme preocupação com a questão do trabalho infantil no município, pois diariamente, em diversas esquinas e semáforos da cidade tem sido observada a presença de crianças e adolescentes vendendo produtos nas ruas (como doces e guardanapos).

A COMPETI foi constituída em 15 de agosto de 2017 e é formada por 28 integrantes do governo municipal e da sociedade civil e tem por objetivo discutir a questão do trabalho infantil no município e planejar ações que possam ser adotadas pelo Poder Público e toda a sociedade civil de Araraquara no enfrentamento do problema.

A exploração das crianças e adolescentes nesse tipo de atividade precisa ser urgentemente denunciada por todos os cidadãos. Além da denúncia, é muito importante a conscientização de que ao comprar um produto vendido por uma criança ou adolescente, não estamos ajudando, mas sim fortalecendo esse comércio, que ao coopta-los, pode desencadear um ciclo de ruptura dos direitos dessas crianças e adolescentes.

A denúncia, que não exige a identificação do denunciante, pode ser feita de várias maneiras: pelo Disque 100, às unidades do Conselho Tutelar, às unidades do CRAS (Assistência Social) e às unidades escolares da rede municipal ou estadual.

A COMPETI reforça a importância das denúncias, sobretudo aquelas onde há alguma qualificação (dados como nome da criança/adolescentes, bairro onde reside e estuda, responsáveis, etc), isso porque tem sido muito comum as crianças e os adolescentes evadirem-se dos locais quando ocorre a chegada dos órgãos de proteção (Conselhos Tutelares), impedindo a identificação dos mesmos e a possibilidade das ações efetivas no caso.
Somos todos responsáveis por esta causa!

COMPETI
Comissão Municipal Permanente do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade