Select Page

Advertisement

A IRRACIONALIDADE DOS HOMENS PÚBLICOS DE ARARAQUARA



A venda do campo da Atlética é o quarto crime cometido

Publicidade

Advertisement

*Lineu Carlos de Assis
Publicitário e Esportista

 

 

Como cidadão araraquarense, tenho o direito de externar minha opinião a respeito da irracionalidade dos homens públicos de Araraquara, no caso, com relação à propalada venda do campo da saudosa Associação Atlética Ferroviária, que fica na Vila Xavier.
Sou “oriundo” do futebol amador de Araraquara, convivi com os grandes momentos dele, vi grandes
craques nascerem… Careca… sim, Careca do Colorado, do Sporting Benfica, do Guarany de Campinas,
São Paulo F.C., Napoli da Itália e Seleção Brasileira foi o maior na minha convivência com ele.
Lembro-me com saudades dos grandes clubes: Sporting Benfica, Palmeiras, Tamoio, Santana, Estrela,
Andarai, Grêmio da PM, Acco, Atlética Ferroviária, Paulista, Gracianauto, Academia São Geraldo,
Quitandinha e muitos outros.
Assisti a jogos em todos os campos do futebol amador, no saudoso e monumental Estádio Municipal,
no Estádio do Estrela “Flávio Ferraz de Carvalho”, no Estádio do Palmeiras “Rubens Cruz”, no
Estádio da Atlética (a atual vítima dos irracionais e atuais homens públicos) e no do Tamoio
“Comendador Freitas”.
As tardes de sábado e as manhãs e tardes de domingo eram marcantes. Assistir, por exemplo, ao
clássico Benfica e Palmeiras era acontecimento aguardado com muita expectativa. Na semana que
antecedia ao jogo – fosse no Municipal ou no Rubens Cruz – inúmeros torcedores superlotavam-nos.
Como disse, no início da matéria, o futebol amador de Araraquara revelava grandes nomes para o
futebol da Ferroviária e do Brasil… era um verdadeiro celeiro de craques.
Pois bem.
Sempre digo que o esporte é a mais salutar das “drogas”… no bom sentido. O esporte disciplina – tem
regras -, o esporte é saúde, o esporte antes de revelar o atleta olímpico… revela o atleta cidadão.
Tive a felicidade de vivenciar tudo isso.
Mas… sempre tem o mas… irracionalmente começaram as ações de desmanche de todos esses aspectos
positivos.
a) Venderam o TEMPLO SAGRADO DO FUTEBOL AMADOR DE ARARAQUARA… o
ESTÁDIO MUNICIPAL “SIQUEIRA CAMPOS”, como discurso de “cala boca”, prometeram
e construíram o ESTÁDIO MUNICIPAL DO BOTÂNICO… cá entre nós… péssimo… seu
gramado muito mal serviria para competição de ARENA CROSS… sabe aquele esporte
praticado com motos… pulando morros;
b) o município ficou com o ESTÁDIO FLÁVIO FERRAZ DE CARVALHO do ESTRELA…
terminou com o campo oficial… e agora vai para o DAAE – notícia dos últimos dias;
c) o município comprou o ESTÁDIO RUBENS CRUZ do PALMEIRAS, que a princípio seria
utilizado para escolinhas de futebol e competição do futebol amador, mas isso ficou na
promessa… que nunca foi cumprida, hoje o local está abandonado e o mato vistoso;
d) e, agora, vem o golpe de misericórdia, ou seja, a venda do CAMPO DA ASSOCIAÇÃO
ATLÉTICA FERROVIÁRIA, já no poder do município, que garante que o resultado de sua
venda ocasionará investimento nos campos do PARQUE PINHEIRINHO, prometendo um
mundo de sonhos… sim sonhos… para os amantes do futebol amador.

Ah! que conversa para BOI DORMIR. Os campos do PINHEIRINHO eminentemente são
utilizados pela FERROVIÁRIA S/A, como Centro de Treinamento. Sem criticar o time de
futebol profissional da cidade, ele não é público… é uma empresa que busca lucros financeiros,
oras, sendo uma entidade privada, ela que construa seu Centro e não usufrua de patrimônio
público. Aliás, que saudades da nossa ASSOCIAÇÃO FERROVIÁRIA DE ESPORTES de
Antonio Tavares Pereira Lima, Aldo Comito, Wellington Pinto, Augusto Cardillo, Antonio
Eugenio da Gama, José Alberto Gonçalves (Gaeta), Mario Joel Malara, Bruno José Opice de
Matos, Antonio Parelli Filho, Milton Cardoso… cada um a seu modo, mas com princípios
honestos, conduziu o clube a momentos de glórias.
Tudo isso é lamentável.
Hoje estão acabando, repito, por irracionalidade dos homens, com o último campo do futebol
amador de Araraquara, tirando dos jovens a oportunidade de local para aprender disciplina,
condução de vida e quem sabe – entre tantos praticantes – o surgimento de novos “Carecas”, eu
o cito, pois ele foi o de maior destaque e projeção na minha passagem pelo futebol.
O dia em que tivermos uma política esportiva implantada nesse país… de verdade… com
PROJETOS bem definidos, teremos um país bem melhor e com uma geração saúde, de bons
costumes. Antes de se produzirem atletas olímpicos, precisamos revelar os atletas cidadãos.
Câmara Municipal de Araraquara, cabe a vocês o golpe de misericórdia ou não!!!
Dentro da raridade de acertos… por favor, façam algo útil.

 

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Prestações

Arquivos